Como se tornar doador de órgãos

fita-de-doador-de-orgaos

Hoje o Facebook me lembrou que há cinco anos me tornei declaradamente doadora de órgãos. Para isso, fiz um cartão do doador lá no site do Grupo BOS. Nele contém vários dados pessoais meus como nome completo, data de nascimento, nome dos meus pais, o que eu gostaria de doar (no meu caso, são as córneas, coração, rins, fígado, pulmões, pâncreas e outros), telefone da Central de Transplantes de São Paulo (11 3064-1649), etc.

Eu ando com esse cartão em minha carteira desde que o recebi – nunca se sabe o que pode acontecer, né? – e informei aos meus familiares a minha vontade de doar todos os meus órgãos que estiverem bons.

Isso de avisar os familiares precisa ser feito independente do cadastro e do cartão, pois são os familiares os responsáveis por autorizar as doações, infelizmente não conta apenas a nossa vontade. Se, por exemplo, a minha mãe não autorizar a doação dos meus órgãos, não tem jeito, entende?

Se você também tem esse desejo de se tornar doador de órgãos, é só entrar lá no site do Grupo BOS, fazer o cadastro e em poucos dias você recebe o cartão em casa.

mascote-doador-de-orgaos-bos

Aí depois é só colocar ele em sua carteira e conversar com os seus amigos e familiares.

Bora lá ajudar quem precisa de um pedacinho nosso para viver? 🙂

Fazer um comentário