A primeira lição de casa

alice alves

Hoje Alice trouxe da escolinha a sua primeira lição de casa. Ficamos super contentes, afinal, é mais um passo que ela está dando.

A tarefa é contamos para ela como escolhemos seu nome para que ela conte para os amiguinhos amanhã em sala de aula. Aí vem uma tristeza imensa por saber que ela não poderá participar da dinâmica como as outras crianças.

Não sei se você sabe, mas Alice é autista não verbal, isso quer dizer que embora ela saiba as palavras (canta muito e certinho), ela não as usa para se comunicar, então ela não contará para os amiguinhos o motivo de ela se chamar Alice. Só que quanto a isso tudo bem, sabe?

O lance mesmo é a preocupação sobre como essa dinâmica será feita considerando essa característica dela e que é uma escola regular (a melhor opção para ela segundo os diversos médicos que passamos). Passa um monte de coisas na cabeça. Dá muito medo dela se sentir excluída, incapaz, etc, e consequentemente triste, principalmente por já termos passado várias situações típicas de um mundo nada adaptado para quem é “diferente”.

Cada dia que passa me sinto menos capaz de protegê-la de certas coisas. A impressão que dá é que o cerco está se estreitando. Difícil saber o que esperar, difícil lidar, a sensação de impotência não tem mais tamanho e faz doer MUITO o peito.

Fazer um comentário