Aplicativo anticoncepcional Natural Cycles

natural cycles 03

“Como assim você não toma anticoncepcional?!”, essa é a primeira reação das pessoas, quando conto que parei de tomar pílula há alguns anos. Parei porque me fazia mal e representava um risco à minha saúde. Parei porque, felizmente, já era vivida o bastante para saber que há outras formas, mais seguras e menos agressivas ao meu corpo, de evitar uma gravidez.

Apesar da pílula ter representado uma grande revolução na vida das mulheres, tenho a impressão que, para muitas de nós, se tornou uma prisão, uma obrigação imposta por uma sociedade que coloca exclusivamente nas nossas costas o planejamento familiar, que deixa o nosso bem-estar e libido em segundo plano e só parece ligar para o prazer masculino, que não pode ser “diminuído” por uma camisinha, por exemplo.

Deus me livre me relacionar com homem que tem medo de preservativo. “Ah mas você é casada, não faz sentido ~obrigar~ o seu marido a isso”. Eu não o obrigo, assim como não aceito que legislem sobre o meu corpo ou o de qualquer outra mulher.

Entre as boas alternativas à pílula, existe um aplicativo, baseada em estudos científicos e com uma taxa de proteção tão grande quanto as de anticoncepcionais clássicos. O nome dele é Natural Cycles e eu comecei a usá-lo há quase um mês. Funciona como uma tabelinha, só que bem mais precisa, já que é configurada de acordo com os seus dados.

natural cycles 01

Funciona assim: todo dia de manhã você tira a sua temperatura, com o termômetro embaixo da língua, e coloca os dados no app. Isso porque, com base nela e em suas variações, é possível saber em que momento do ciclo menstrual está e, consequentemente, se há risco ou não de engravidar. Você pode programá-lo para “te ajudar” a engravidar também, caso deseje isso, já que ele te avisa os dias mais férteis.

Eu assinei o plano anual, que custa US$ 6,65 por mês e vem com esse termômetro basal, porém, dá para testar o app gratuitamente por um mês, usando outro termômetro.

Eu recomendo muito, principalmente para que você conheça melhor o seu corpo, independente se tem ou não relações sexuais. E claro, como ele, assim como a pílula, não protege contra DSTs, combine com o uso de camisinha.

natural cycles 02

Dica da Mariana Mielke para quem quiser saber mais sobre esse assunto, post excelente: Percepção da fertilidade

Talita Ribeiro é viajante e escritora. Assina o Nova York entre Amigos, da VT, é autora do Turismo de Empatia e está sempre em busca de novos destinos :)‬ Você encontra outras dicas muito bacanas sobre diversos assuntos em seu Instagram. vale a pena seguir 😉

Fazer um comentário