A importância de Benê – uma das personagens de Malhação – para os autistas

Esse ano o foco da Malhação é diferenças e entre o grupo tem a Benê, uma menina super gracinha, muito inteligente, fascinada por correr, mas que não tem freio na língua, entende tudo ao pé da letra e tem bastante dificuldade em se relacionar com as pessoas e expressar sentimentos.

As meninas do colégio acham ela diferente e muitas vezes veem graça em seu comportamento, mas são elas que ajudarão a mudar completamente a vida de Benê, que ainda não sabe, mas tem síndrome de asperger.

Asperger se enquadra no espectro do autismo. É um autismo em um nível mais leve, mas que ainda assim compromete bastante algumas áreas como também desenvolve muito bem outras. Benê vai descobrir, por exemplo, que tem um talento imenso para música.

Eu nasci no final dos anos 80, peguei os primeiros capítulos de Malhação e acompanhei até a época que comecei a trabalhar, já no final da adolescência. Malhação fez parte da minha vida, me identifiquei muito em diversas fases, mas fiquei bastante surpresa por me identificar agora, já adulta e mãe.

Fiquei muito feliz e emocionada quando soube que teria um autista na novela. Fora o fato de isso ser muito importante para que as pessoas olhem os “diferentes” com mais respeito, acolhimento, amor… e até mesmo passe a olhar mais para si e identifique suas diferenças e talvez até descubra que pode ser um “diferente” também, tem todo o lance da representatividade que eu falei há pouco tempo aqui no blog do tamanho da importância.

Vejo o mundo falando cada vez mais sobre autismo e meu coração vai ficando mais tranquilo. É esperança de que dias cada vez melhores para essas pessoas, para a minha menina, estão por vir.

Obrigada equipe de Malhação. Que Benê tenha um destino muito bacana e inspirador.

Acompanhe todos os capítulos de Malhação – Viva a diferença aqui.

Representatividade importa. Importa MUITO!

Fazer um comentário