2º Encontro online Saber Autismo

Do dia 01 ao dia 08 de outubro acontecerá o 2º Encontro online Saber Autismo com a fonoaudióloga Drª Maria Claudia Brito que está focada há 17 anos na área.

A ideia da Drª é ajudar qualquer pessoa a começar a entender um pouco mais sobre o transtorno do espectro do autismo. Gosto muito da forma calma, clara e objetiva de como a doutora fala sobre o assunto. Isso, sem dúvidas, ajuda de fato qualquer pessoa a aprender mais sobre o assunto, conviver melhor com autistas e/ou ajuda-los de uma forma mais eficaz.

Na primeira aula ela fala sobre o que é o transtorno, quais os níveis/graus e suas características, o jeito certo de começar a avaliar algum, quais os primeiros instrumentos que devem ser utilizados para avaliar e qual é a verdadeira causa do autismo.

Na segunda aula ela conta quantas pessoas tem autismo no Brasil, histórias de crianças com autismos que foram alunas dela no Programa de Aperfeiçoamento Saber Autismo, fala sobre os três aspectos que deve ser considerado para elaborar o Plano Terapêutico no Autismo, os três principais eixos do tratamento, como e porque trabalhar contato visual e atenção compartilhada, neurônios espelho, teoria da mente e como trabalhar, dias de brincadeiras e estratégias.

Enfim.

É MUITO conteúdo em uma série de vídeos que você precisa assistir! E você pode assistir às aulas clicando aqui. Tem material complementar, e-books e muito mais para que você aprenda e absorva ao máximo esse conhecimento. Tire um tempinho para assistir às aulas o quanto antes, pois elas tem data para sair do ar, tá bom?

No primeiro vídeo a Drª fala sobre o filme Missão Especial. Não achei na Netflix, mas achei no YouTube e você pode assistir abaixo (também vou tirar um tempinho esses dias para assistir):

Ah! A Drª também tem um canal no YouTube com conteúdos diversos e muito bacanas sobre transtornos de desenvolvimento. Vale muito a pena assinar, viu? Tenho aprendido muito com ela, o que é ótimo não só para a minha convivência diária com Alice como mãe, mas também para com outras crianças com TEA e também para quando eu for nos profissionais, poder conversar melhor com eles e até avaliar qual é o melhor para minha filha. É com esse intuito que tenho consumido todo esse e outros conteúdos que vejo por aí.

Fazer um comentário